sexta-feira, 18 de setembro de 2009

"Salve Geral" representará o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar


Nesta sexta-feira, dia 18 de setembro, o secretário do Audiovisual, Silvio Da-Rin, anunciou que o filme "Salve Geral", do diretor Sérgio Rezende, será o representante brasileiro na disputa por uma indicação ao Oscar 2010, na categoria melhor filme estrangeiro. O filme concorrerá com filmes de outros 95 países à indicação final.
O filme é baseado em fatos reais, e se passa em meio aos ataques de maio de 2006 à cidade de São Paulo comandados por integrantes de uma organização criminosa contra policiais nas ruas e dentro das penitenciárias. O enredo acompanha a história de Lúcia (Andréia Beltrão), uma viúva de classe média cujo filho está preso, e que acaba se envolvendo com a organização criminosa Comando.
Sérgio Rezende foi diretor de outros filmes de destaque, como "Lamarca", "Guerra de Canudos", "Mauá - O Imperador e o Rei" e "Zuzu Angel".
"Salve Geral" disputou a vaga brasileira com os filmes “Besouro”, de João Daniel Tikhomiroff, “Síndrome de Pinnochio – refluxo”, de Thiago Moyses, “Jean Charles”, de Henrique Goldman, “Feliz natal”, de Selton Mello, “A festa da menina morta”, de Matheus Nachtergaele, “O menino da porteira”, de Jeremias Moreira, “Se nada mais der certo”, de José Eduardo Belmonte, “Budapeste”, de Walter Carvalho e “O contador de histórias”, de Luiz Villaça.
A lista final dos cinco filmes que concorrerão na categoria de melhor filme estrangeiro no Oscar serão anunciados em 2 de fevereiro de 2010. A cerimônia do Oscar está prevista para o dia 7 de merço, em Los Angeles. O otimista Rezende disse que "a expectativa é ganhar o Oscar". Esperemos o lançamento do filme (que ocorrerá no dia 2 de outubro) para vermos do que ele é capaz.


3 comentários:

Ygor Moretti Fiorante disse...

Boa Sorte pra Salve Geral, mas não acho que tenha "cara" de Oscar, não que isso importe de verdade ou que determine a qualidade ou não do filme, mas enfim...

Abraço

Cristiano Contreiras disse...

Não acho que levará o Oscar ou que tenha 'cara' mesmo, mas eu acho que o filme é um espetáculo, definitivo! Vamos aguardar!

Olha Juliano, muito bom o seu blog, sua proposta e este universo bloguistico! me define, por isso te sigo! e linkarei ao meu!

abraço, mr Gadêlha

Anderson Siqueira disse...

Ao invés de focar a trama no problema do sistema prisional e carcerário brasileiro, com suas máfias, corrupção etc., Rezende manipulou positivamente o público centrando a história em uma mãe desesperada, capaz de tudo para defender seu filho, preso em flagrante por assassinar uma jovem durante um racha.

A atriz Andréa Beltrão (Verônica) vive Lúcia e tem uma atuação forte e sem pudores. O realismo imposto por Beltrão foi fora de série e benéfico ao longa. Mas o destaque ficou mesmo com a atriz Denise Weinberg (Linha de Passe), na pele da advogada com apelido de Ruiva.

NOTA (0 a 5): 4,5
****

 
© 2007 Template feito por Templates para Você