quinta-feira, 1 de abril de 2010

Lembranças


Lembranças

Remember Me
EUA , 2010 - 113
Drama / Romance

Direção:
Allen Coulter

Roteiro:
Will Fetters

Elenco:
Robert Pattinson, Pierce Brosnan, Emilie de Ravin, Chris Cooper, Lena Olin, Martha Plimpton

Os dramas românticos nos últimos tempos têm ficado repetitivos demais, a ponto de muitos nem mais incluírem esse gênero como uma possibilidade em suas idas ao cinema. Contamos nos dedos os filmes desse tipo que realmente trouxeram algo de novo ultimamente, como Um Amor Para Recordar e P.S. Eu Te Amo.

Lembranças trouxe como grande estandarte atrativo o astro da Saga Crepúsculo e queridinho das adolescentes Robert Pattinson. Isso levou várias garotinhas histéricas ao cinema, mas também espantou vários marmanjos que não queriam ver o vampiro Edward em ação. Bem, os que se arriscaram nesta tarefa tiveram uma boa surpresa.

O enredo é focado em dois personagens principais e suas famílias problemáticas, e como seus destinos acabam se encontrando. Tyler Hawkings (Robert Pattinson) é um jovem de uma família de classe alta, mas que saiu de casa após o suicídio de seu irmão mais velho, e desde então mantém uma relação difícil com seu pai, Charles (Pierce Brosnan). Tyler acaba se envolvendo em uma confusão com um policial, Neil Craig (Chris Cooper), e vai preso. Mais tarde ele descobre que uma garota da sua faculdade, Ally (Emilie de Ravin) é filha de Neil, e é convencido por um amigo que chamá-la para sair seria a melhor maneira de se entender com o policial. Assim acontece, e eles começam a se conhecer melhor e acabam se apaixonando. Mas essa relação é posta em jogo quando Neil descobre com quem sua filha está saindo.

A sinopse pode fazer transparecer mais um clichê romântico, mas não é bem assim. Os problemas familiares são bem mais intensos no filme que a própria história de amor. É como se esta fosse só um chamariz para se discutir questões bem mais relevantes. Vemos duas estruturas familiares bem diferentes, mas problemas bem semelhantes, guardadas as devidas singularidades. Ally viu sua mãe ser assassinada, e depois disso nunca conseguiu ser próxima de seu pai. Tyler culpa seu pai pelo suicídio de seu irmão, que era seu melhor amigo. A relação dos dois se resume a acusações recíprocas e discussões freqüentes, além de uma extrema dificuldade de expressar seus sentimentos e até de se comunicar mesmo.

Olhando os nomes no elenco antes da sessão, só o nome de Emilie de Ravin me animou. Velha conhecida dos fãs de Lost, a australiana provou seu talento nas telonas também. Quanto a Robert Pattinson e Pierce Brosnan, bem, digamos que nunca fui muito fã dos dois. Mas eles se saem bem tentando escapar de seus estereotipados personagens Edward e James Bond, respectivamente. Pattinson ainda lembra muito o tal vampiro em determinadas cenas, mas nesse filme pôde provar que tem capacidade para fazer mais do que demonstrou em suas óbvias e enfadonhas cenas na saga vampiresca. Ele e Brosnan são postos à prova em uma intensa cena, no melhor estilo "lavação de roupa suja" entre pai e filho. Vale também destacar a atuação do talentoso Chris Cooper, que já havia participado de filmes como Tempo de Matar e Beleza Americana.

Esse é apenas o segundo filme dirigido por Allen Coulter (Hollywoodland - Bastidores da Fama), que dirigiu vários episódios de seriados americanos, como A Família Soprano e Sex and the City. O filme também conta com Robert Pattinson como produtor executivo, além de protagonista.

Para aqueles que ainda não desistiram do gênero drama/romance no cinema, não deixem de conferir Lembranças. É um filme muito bom, por mais que todos os elementos façam essa possibilidade parecer remota. Surpreendente do início ao fim, mas principalmente no fim. Aguardem e confiem.

2 comentários:

▪   yαsmi̲in .) disse...

Concordo com cada vírgula! Com relação ao Pattinson, acho que ele estava muito.. imaturo na saga Crepúsculo, a ponto de ver no personagem várias de suas famosas expressões pessoais, este trabalho foi um amadurecimento profissional para o mesmo que não era esperado por mim.

Maria Clara disse...

Eu não assisti Crepusculo, mas realmente nesse filme a atuação dele foi muito boa, mas o filme em si eu não gostei mesmo. :D ótimo comentario.

 
© 2007 Template feito por Templates para Você